25 de outubro de 2011





Sou o melhor que posso ser, e sem dúvida, estou tão feliz comigo mesma que mal caibo em mim. Sim, estou explodindo, mais não literalmente - até por que ando mais magra do que devia - estou feliz. Estou satisfeita com a maneira como estou vivendo agora e de fato estou bem melhor assim. Essa história de buscar no outro o que nos completa, é como esperar pelo impossível, explico, a única pessoa capaz de nos completar por inteiro, somos nós mesmos. 

2 comentários:

  1. adorei esse texto, achei muito bom, mesmo...somos nós mesmo.


    Fiz uma página no blog, se puder comente o que acha dele. http://denovomaisumavez.blogspot.com/p/sobre-o-blog.html

    ResponderExcluir
  2. Super super verdade!
    Adorei esse texto também!
    Bjs.

    ResponderExcluir