11 de maio de 2011



Coisas fora do lugar, pensamentos negativos, uma baita dor de cabeça, daquelas que não passam com remédio. Sinto falta da harmonia dos dias tranquilos, de não ter nada pra fazer e ainda assim me sentir bem. Sinto vontade de chorar, mas as lágrimas não vem. E é melhor assim.
Sabe, ando pensando no futuro. E isso é assustador pra mim, não estou preparada e são tantas coisas pra fazer, são tantas decisões pra tomar. É família de um lado, os amigos de outro e a minha cabeça está confusa demais pra separar o bom do ruim. Então eu misturo tudo, depois me arrependo. Tento voltar atrás e já não consigo. Dou ouvido pra coisas banais quando eu deveria ouvir as coisas certas. Me preocupo com coisas sem importância quando deveria estar preocupada com o que vou fazer daqui alguns anos. Me sinto cada vez mais indisposta pra aturar certos comportamentos e atitudes (ou melhor, a falta delas), e se continuar do jeito que está acabo abrindo mão também do que mais importa pra mim nesse exato momento, até porque não sou de ferro. Eu posso até suportar algumas vezes, mas eu canso. Canso de não ser ouvida quando eu preciso falar, canso de me importar tanto com quem não se importa mais comigo, canso de estar sempre de bom humor, canso de bancar sempre a romântica e compreensiva, quando eu já deveria ter dado um piti.
Não vou usar meu orgulho como arma por que dessa vez eu quero mudar pra melhor, não quero desandar, quero apenas seguir minha vida sem humilhar ninguém, quero paz, definitivamente. Já ando cheia demais pra ter que aturar intrigas, pessoas sem coração e sangue frio já basta o meu mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário