21 de abril de 2011



Aquela sensação que vem de dentro, um incomodo que martela na cabeça. Aquela placa de PARE, que não sai da minha mente. Aquela frase "acordar arrependido, é melhor do que dormir na vontade", não existe. Não tem nada pior do que se arrepender. É isso. Pode parecer estranho, mas eu prefiro não ter que me arrepender. Eu prefiro acordar de manhã com a cabeça fria, sem problemas pra enfrentar, sem alguém no meu pé me ligando o tempo todo, prefiro ficar em casa ao invés de sair só pra ter uma vida social, prefiro ficar calada ao invés de começar uma briga, prefiro fingir que não escuto pra não ter mesmo que começar uma briga. Eu prefiro. Odeio acordar com a sensação de "vá lá e peça desculpas", ou com a vergonha estampada na cara pelo que você fez na noite passada. Bebeu demais, xingou a mãe, o pai, a avó. Falou umas verdades pra alguém. É, eu prefiro não ter mesmo motivos pra me arrepender. Eu tô mudando. E sinto que essa mudança é o que me mantém firme. Ainda que haja recaídas, e vezenquando eu faça o contrário. Eu prefiro não ter que me arrepender. Mas nem sempre é assim. As vezes falamos coisas que não deveríamos e depois paramos pra pensar. Eu sou assim, e venho tentando mudar. Venho tentando me redimir. Talvez eu esteja amadurecendo, ou tudo não passe de uma fase. Porque tudo passa, até nossas próprias concepções. Mas por enquanto, só não quero desistir disso. Essa ideia de se aventurar sem medo do amanhã, de cair de cabeça em tudo e depois dizer que faria tudo de novo não é de fato tão correta. Sempre há no fundo um arrependimento que não se mostra, por orgulho próprio. Hoje acordei com vontade de parar e pensar nos meus erros. Porque me arrependo sim e muito, de muitas coisas. Então resolvi não ficar em marcha ré, mas progredir. Resolvi por um fim em tudo que me atrasa, não vou parar no meio do caminho, mas vou escolher outro. Porque essa vida mais ou menos de quem acha que pode tudo e não deve nada a ninguém, não me leva a lugar algum.

3 comentários:

  1. eu não consigo parar de ler seus textos. também detesto me arrepender, doí e ainda mais quando voce nao devia meesmo ter feito. nada melhor do que coinciencia tranquila :]

    ResponderExcluir
  2. sempre muito intensa, gosto disso, gosto daqui!

    ResponderExcluir
  3. eu tbm sou assim como você, falo na lata e depois que me arrependo. Tenho treinado isso. Continue assim determinada, que você vai conseguir sim ser quem tenta ser.

    um beijo

    ResponderExcluir