6 de janeiro de 2011


Por trás, uma história toda ela viveu, e guardou bem lá no fundo as melhores lembranças. Dos dias de chuva, a passos rápidos debaixo do seu guarda-chuva azul, o vento sobre a pele clara e o sorriso estampado, e atravéz dessas gotas de chuva que molham lentamente suas mãos que se movem pelo o ar, ela busca um caminho, uma atenção, não quer ser reconhecida, não quer aparecer.  Ela só está a espera, de dias melhores, de mais sol e calor, está indo contra o tempo, contra tudo que lhe foi imposto, assim ela procura por ela mesma, alguém que ela não sabe quem é, mas que sonha conhecer. E essa chuva, calma e acalma tudo que possa fugir do controle, mas ela não tem tudo sob controle, as coisas vem e vão num piscar de olhos, ela não está segura, ela não tem tudo. Os dias passam, coisas mudam de lugar, se vão pra sempre, sem chances de voltar, mas não existe nada que possa mudar, e o silêncio as vezes é o melhor  remédio. E se deixar silenciar pelas curvas do tempo, deixar o que tempo leve e fugir de toda responsabilidade que exigimos de tudo, pode parecer inviável mas lutar as vezes pode ser em vão. Então ela espera, o tempo passa arrastando tudo que vê, e não volta, nem as coisas ruins, o que dirá das boas então.

8 comentários:

  1. *-------* Perfeito!!!
    Enquanto lia lembrava da personagem de um livro meu, parece que você escreveu a vida dela rsrs

    Parabéns pelo texto, lindo demaaais!!!

    ResponderExcluir
  2. tudo tão encantado por aqui...

    Adorei suas linhas....

    beijocas

    ResponderExcluir
  3. Tão fofa sua foto do Blog,
    saudades...
    P.S>>JESUS TE AMA

    ResponderExcluir
  4. Tudo fica guardado dentro de nós, de uma forma bastante intensa.
    Não adianta!

    ResponderExcluir
  5. Tem uma coisa que o tempo não leva... as lembranças.
    Isso nada apaga.

    Belissimo texto.
    KIsses
    Thaty
    Pedaços do Cotidiano

    ResponderExcluir
  6. Lembranças não desaparecem.
    Adorei o texto!

    ResponderExcluir
  7. Ah, que lindo texto!
    O tempo e sua efemeridade... Nossas intermináveis buscass.... Me identifiquei com cada palaavra deste texto!
    Beijos,


    Letícia

    ResponderExcluir
  8. Texto lindo!
    Todas merecemos dias melhores ne, mais doces!


    Beijos

    ResponderExcluir