17 de novembro de 2010

Não, eu não esperarei por você



Me veja cair e não faça nada. Me veja chorar e diga apenas adeus. Por que eu sei que não será fácil e você precisa me ignorar. Apenas ignore. Assim, eu ficarei lúcida, abrirei os olhos e voltarei a ser quem eu era antes. Não preciso de muitos artifícios, quero tua sinceridade. Se é pra ser que seja, se não é pra ser deixe me então. Não sou de meias palavras, nem meios sorrisos, nem meios sentimentos, não sou por metade, sou por inteiro, ou é, ou nao é. Não corro atrás, não alimento expectativas, não sonho demais. Eu tenho os pés no chão. Sou fria, sou má. Pense o que quiser, mas não deixarei que mais um meio amor me tire do sério outra vez. Eu tenho minhas verdades e minhas mentiras, tenho sentimentos e sei bem disfarçá-los, o que me leva a agir assim é medo, medo de me decpcionar. E mesmo que minha vida se torne uma mentira, mesmo que eu tapeie os problemas com maquiagens e finja que está tudo bem, ainda sim é a melhor maneira de fugir. E olha, eu sei muito bem que não posso prever o imprevisível, afinal, se futuro fosse algo que todos pudessem saber, ninguém se importaria tanto assim. As coisas mudam o mudo gira, enquanto alimento por você uma paixão meio que platônica e ao mesmo tempo recíproca, alimento também o ódio por saber que gostas de mim, mas não quer se amarrar a um amor, um amor de verdade. Não sou de esperas infinitas, nem de sonhos altos e vôos cegos, posso sonhar as vezes e voar também, mas tenho meus limites. Sou apta a esperança, mas sou impaciente e logo a deixo de lado. E parto pra outra. Sou rápida, instável e determinada em quase tudo que penso e faço, o que me torna pra você um obstáculo a seguir. Se hesitas na minha presença, sofres insanamente na minha ausência. Se ao meu lado me deixa a deriva, finge não me percecer, quando está longe e resolve sumir, volta pelo mesmo caminho sentindo minha falta, ou me liga só pra ouvir minha voz. Se pensas que ficarei aqui a te esperar, engana-se evidentemente. Sabes lá o que se passa por sua cabeça, mas não vai ser eu quem vai ficar aqui e esperar sua decisão. Pelo contrário, a vida não acabou para mim. Aliás, está só começando.

5 comentários:

  1. adorei, maravilhoso o texto.
    e a imagem é liinda, ele é lindo *-*

    ResponderExcluir
  2. Amei cada palavra. Que texto lindo. A vida realmente está só começando, e às vezes esperar muito por uma pessoa só atrapalha. Só vale a pena investir se for recíproco. Adorei :*

    ResponderExcluir
  3. Isso soou como um desabafo daqueles que jorram de dentro da gente, bem intenso.
    Talvez esperar não valha a pena mesmo...

    Bjs =)

    ResponderExcluir