13 de novembro de 2010

Eu que sei



Eu que sei das tantas coisas que passei, eu que vi correr lágrimas e eu que sorri tantas vezes. Eu que sei minhas dores, eu que sei meus pesares, eu que sei meus sentimentos e minhas vontades. Eu que vivo em mim e ninguém mais. Eu que estou aqui por motivos meus, eu que busco nada mais que a minha felicidade. Eu que ajo conforme me convém, eu que sei quando devo pensar, eu que sei quando preciso apenas chorar. Eu que sei quando devo ser quem eu sou. Eu que sei quando devo mentir pra  me protejer. Eu que sei quando preciso de ajuda quando estou bêbada demais pra ser levada pra casa. Eu que sei quando meu orgulho é mais forte que minha sensibilidade. Eu que sei porque justamente quando eu deveria chorar, eu finjo presença e me torno amarga por dentro e por fora pra que todos pensem que sou eu quem está por cima. Eu que sei quando abraço só por abraçar, e quando preciso de um abraço de verdade que me faça ficar mais forte. Eu que sei quando um beijo vale mesmo a pena, ou quando eu deveria beijar só por beijar. Eu que sei quando estou triste, precisando de alguém. Só eu sei porque ajo diferente quando deveria agir como todos fazem. Só eu sei porque sou tão fria com quem deveria dar valor. Só eu sei porque eu sou má, só eu sei porque apenas ignoro alguém quando na verdade eu deveria espancar, gritar e não deixar a raiva simplesmente implodir. E só eu saberei a forma certa de agir, no dia preciso, na hora esperada, no momento certo. Só eu saberei o que fazer, e dessa vez não deixarei apenas passar. Porque só eu sei o que se passa em mim, só eu sei a raiva que implode aqui dentro e só eu saberei o que há de acontecer quando finalmente essa bomba explodir, e pena, muita pena de quem ficar por perto.

4 comentários:

  1. Você sabe do que gosta, e sabe suas manias.E parece saber exatamente quem é.Mas não se engane;ninguém se conhece por inteiro (:

    -
    Adorei o texto.Muito bem escrito *_*

    beeijão!

    ResponderExcluir
  2. Adorei! O comentário da "Carolina" logo acima realmente faz muito sentido, sabemos como somos, mas nunca nos conheceremos por completo. Parabéns pelo blog, estou seguindo e vou fazer de tudo pra aparecer aqui mais vezes. Beijos
    memorias-escritas.blogspot.com
    obs: essa foto do damon me chamou muita atenção, hahah.

    ResponderExcluir