3 de julho de 2010

Essas dúvidas me trazem uma certeza.



Não consigo mais escrever absolutamente nada, acho que minha mente não traballha mais com o coração. As palavras me vem a cabeça com uma frieza contida, uma insensibilidade concreta. Falta paz. Falta esperança. Falta um pouco mais de amor da minha parte. É que ando meio machucada, por mais que eu queira me mostrar forte e impenetrável, por mais que eu tente buscar nessas linhas um pouco mais de sossego a mim mesma, por mais que eu escreva certezas, o que há em mim são dúvidas. Dúvidas cruéis, insanas, que me tiram o sono. Já tentei escrever um texto pra descrevê-las minunciosamente, com cada detalhe possível a ser exposto, mas não dá. Eu não sei muito porque ando assim, uma parte de mim anda solitária, esperando um chance quase inaudível de que tudo dê certo. De que esse amor que eu tanto escrevo aqui, em cada linha, em cada página, se concretize enfim. Mas quanto mais você, caro amor, quando mais você cresce em mim, mais dúvidas plausíveis me atingem, como um soco na barriga, e dói, como dói. Tento me esquivar, tento esquecer aquele me mantém presa há um quase-romance, que começou de um segredo e se tornou imprescindível pra mim. E quanto a ele, sabe lá Deus se ele me ama de verdade. E é essa incerteza irreprimível que tenciona minha dor. E eu já fico sem palavras de novo. Porque é impossível entender o que se passa na minha cabeça em meio a essa confusão dissonante. Não quero mais que essa distância que nos abrange permança como um impecílho. Ou você vem até mim, ou eu desisto de nós. Fato consumado e irremediável. E pelo menos disso, eu tenho c-e-r-t-e-z-a!

6 comentários:

  1. Até quando você diz não estar inspirada vc escreve maravilhosamente bem:)

    Bjinho :*

    ResponderExcluir
  2. Carolyne, esse amor que aqui está público, pois foi publicado, me deixou curioso. Quero saber mais. Irei ver, pois parece algo muito forte que lhe impele a escrever.

    Conhece a música 'Tristeza' de Vinícius? Fez-me lembrar. É linda.

    Abraço do Jefhcardoso que sai lá do http://jefhcardoso.blogspot.com e vai conhecendo mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns! Você escreve maravilhosamente bem. Apesar de, nesse texto, ter falado que a inspiração não está em seu máximo, que a ansiedade, a agonia e a dor estão lhe impedindo de escrever, o texto ficou muito bom.
    Li os demais também. x)
    Acalme-se menina, turbulências todos nós passamos; paciência!
    Estou te seguindo.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. é, o amor é complexo! não é nada daquilo que a gnt sempre sonha, inventa, fantasia. ele traz felicidade junto com dúvidas, dores e incertezas.
    seu texto tá lindíssimo!
    e se esse for o seu estado atual, repleta de dúvidas e anseios, não se preocupe demais! viva cada segundo, q td q tem q ser, será =)
    =*****

    ResponderExcluir
  5. Eu não sei se aguentaria ficar esperando por um amor que não é recíproco. Se ele já deixou claro que não tem o mesmo sentimento por ti, não espere. Vai ser melhor pra você e pro seu coração. Se ainda tem dúvidas, se seu coração não entrou em sintonia com sua mente, tire um tempo para pensar, conversar com eles. É a melhor coisa a se fazer :)

    E pro que precisar, estarei aqui :D
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, eu simplesmente, ameei seus textos.
    Você é muito sentimentalista, e isso, relamente é muito bom.
    Espero um dia, poder me expressar nos meus textos,como você se expressa.
    MEU BLOG : http://diarioderhayssa.blogspot.com/

    ResponderExcluir