23 de junho de 2010

Recomeço;


"Há sempre um lado que pesa e outro lado que flutua."
Otto




E quando a manhã cai sobre nós, os pequenos raios solares que vem da janela, as cores do abajur cor de carne reluzindo ao lado da cama, e tudo parece tão lindo afinal. A alma voa, tudo tão calmo, a preguiça condiz, ficar deitado e esperar pelo nada é tão bom. Tudo parece tão real, mas talvez seja mais um daqueles sonhos em que a alma se sente tão leve, tão sã, flutuando tão pacientemente, uma paz, uma calmaria. Mas ai um pouco distante, uns metros e só, seus olhos claros, olham densamente um corpo esparramado na cama, ainda morno. Um toc-toc delicado, pra não ser insensível. Um sorriso torto estupefato e fulgás. Me contagia. O encontro tão esperado. Inusitado, assim como você é. É tudo que posso imaginar agora. Sua volta, só um pouco mais que 24 horas e você estará batendo a minha porta, exatamente como imagino. Um encontro, melhor, reencontro; afinal, não somos tão desconhecidos um do outro, já tivemos um quase-romance antes, e continuaremos esse quase-romance novamente, até você ir embora. Afinal, você não vai ficar aqui pra sempre, eu sei. E isso é o que me dói. A saudade depois sufocará arduamente como da primeira vez, quem sabe com um pouco mais de força. E depois, tudo irá se resumir a distância relativa entre nós. Você lá, eu cá. É o destino, ou quem sabe uma pirraça, coincidência, ou seja lá o que for. Aceito. Só não deixarei me perder na dor, tentarei ser menos vulnerável dessa vez. A minha alma pesará de novo na tua ausência, todo o peso da lembrança, dos teus olhos, tuas insinuações, teu sorriso que me encanta desde o começo. Vai pesar até doer, e quando doer e a saudade apertar, ficarão cravados na mente toda nossa quase-história, com um quase-final feliz, é como ferida, que não vai cicatrizar. Mas deixa a alma pesar. Afinal, você sempre volta pro mesmo lugar de onde começamos, e a alma também volta a ter a sua leveza natural, que só se concretiza quando eu tenho absoluta certeza de que você está aqui, do meu lado.

4 comentários:

  1. nossa, que lindo.
    me identifiquei com seu textos e to seguindo!

    beijos, guria.

    ResponderExcluir
  2. Belo texto!!!!
    Belas palavras.
    Boa Noite.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  3. muito legal o seu texto!!

    sempre temos tempo para um recomeço!
    e como isso eh bom, neh?

    beijo!

    ResponderExcluir
  4. Recomeçar é dar uma chance a si mesmo, né flor ?
    Acredite sempre naquilo que te faça sorrir. Leve sempre como base!

    Estou seguindo, adorei seu cantinho.
    Um super beijo! (:

    ResponderExcluir