7 de maio de 2010

Mistério


Eu não sei bem o que acontecerá, não sei o que meu eu imprevisível e instável fará ao te ver. Olho nos olhos, as coisas se tornam diferentes. Talvez eu perca a voz por alguns meros segundos, e sua presença provavelmente me intimidará, isso sempre acontece comigo, quando estou perto de alguém pelo qual alimentei milhões de expectativas e esperança. Mas talvez eu não me conheça tão bem assim. Sou tímida alternativa, se me der crédito, minha timidez se vai, fico mais extrovertida, comunicativa, alternada. Dependendo do senso de humor. Mas e se sua presença me fizer gelar, e fazer minhas bochechas corar? É estranho admitir que você causa esse tipo de efeito em mim.
Acordei hoje com isso na cabeça, uma dorzinha que atravessa meu coração, dilacera aos poucos. Afundada ao travesseiro, o dia cai, espero que tudo passe, mas tudo continua. Sua presença nítida a minha frente. E eu desnorteada sem saber o que fazer. E permaneço durante todo o dia esperando por meras distrações que me faça esquecê-lo por alguns minutos. É só mais uma atração. Não sei porque minha mente insiste em complicar tudo. Não sei porque insisto em me preocupar tanto assim. Até começei a beber mais do que devia. Cheguei ao extremo. E tudo não passa de uma simples, mentira, tudo não passa de uma complexa e inalterável atração, tão forte, um sentimento preso, louco pra fugir, gritar, ser livre. 
Talvez seja mais que atração, puro desejo, loucura exacerbada e suplicante. Preciso parar de me importar tanto assim. Talvez eu precise de um calmante, ou um copo de wisk, ou uma cerveja gelada, ou qualquer coisa que me ajude a esquecer. 
Me faça esquecer. Diga mais sobre você, porque eu quase nada sei. Seu mistério envolve cada sentido meu, que em unínissono procura te desvendar. Mas tu te fechas em uma bolha, não me deixas adentrar. Me ajude a respirar, me acalme, me fale sobre você, me conte seus segredos, o que você quer, o que quer de mim, que eu darei tudo. Só me ajude a te desvendar, a te procurar e te encontrar, cada canto, cada olhar, cada sorriso teu, me ajude a encontrar nos teus detalhes, você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário