18 de abril de 2010

Que seja doce, por favor!

E eu vou tentando esconder os problemas, enfiando tudo debaixo do tapete, fingir que nada está acontecendo. E está, tudo está acontecendo, um turbilhão de coisas, tudo está explodindo, como um campo minado, cada passo é uma explosão. Eu tento ficar parada, absorta em meus pensamentos, tentando paralisar tudo, voltar no tempo. Mas nada disso andianta. Minha doce ilusão que me alimenta, me olha de longe com um breve sorriso, me fazendo acreditar que vai ficar tudo bem. Mas nem isso me tranquiliza mais. Eu preciso encontrar uma saída, aquela famosa "luz no fim do túnel". Mas parece que ela se esconde de mim. Eu só rezo pra que tudo fique bem. Pra que essa dor não vá mais além. E que seja doce, por que se ficar mais amargo do que isso, eu não vou suportar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário